O Pódium
 

Volte os suicidas às suas alturas, diga para eles dos Vivos-Mortos que querem ir naqueles saltos, fale da alegria do fogo em ser dourado enquanto se extingue por si mesmo, mas não esqueça as bacias que espalhastes no jardim, e nem da tempestade que as fez cheias, a água que vem do céu é a verdade que não somos nós a confiar na vida, mas ela em nós, seja quem formos.

Da sede que me fez decorar o quintal com minhas buscas por esperança ouvi:

 "- Salte de onde for, se em ti, um sorriso pôr."

domingo, 26 de agosto de 2012 - 21:58
 


Dos Panos Velhos
 
Todos os laços de fogo que davam bainha àquelas montanhas em seu capim castanho estão abraçando meu coração, uma semente brota mergulhada no calor de um novo tempo, vindo com o sol que amanhece os panos velhos, já amarelos e secos jogados no telhado, toscas tentativas de vestir meus pensamentos com os ideais de outrora, agora tudo já ido, e novas fileiras de sonhos se abrem atrás do anel de chamas, fronteira pequena para quem sempre andou sobre brasas.

 E na corda que me prende ao passado de tudo, li em manchadas letras:

 "- Tua vocação é o ígneo em mim."

sexta-feira, 24 de agosto de 2012 - 11:20
 


Lanternas e Estrelas
 
A placidez de meu lago recebe a luz de mil lanternas, deixadas ali à honra de meus ancestrais valores e pétreas promessas, essas são as rochas que não se escondem mesmo que as águas subam até bem mais alto que minhas forças, e eu me vejo na beleza dessas embarcações de pedidos, de sonhos que aliviam a vontade do céu, vou com elas aceso de orgulho por ter um peito feito de papel de arroz e um coração de fogo.

 Ouvi do olhar de todos à paisagem estrelada:
 "- Ele ascendeu."

quarta-feira, 22 de agosto de 2012 - 05:52
 


Indícios
 
Sinto essa intimidade com certas músicas, com algumas cores sobre efeitos do sol em específicas horas, ou então os perfumes na brisa, essa ligação cujo coração é a lembrança bem guardada se estende como uma ponte ligando os fatos aos sonhos, os idos, os perdidos, ou conquistados, não importa, tenho um umbigo comum a tudo que vivi ou quis viver, memórias talhadas no peito, e quando elas sumirem no adeus dos dias eu não estarei mais aqui realmente, e até isso se dar sinto metade de mim vaga submersa em um rio, por onde singro na lama macia do fundo de toda verdade, eu faço deslizar os dedos por esse fio de água - um lugar entre lá e aqui - divisa do interior dos signos em tudo ao redor e o céu por onde se espalham os meus preferidos significados, já esses o sol das minhas esperanças.

 Das folhas balançando e em certas músicas escutei:

 "- Somos você."

domingo, 19 de agosto de 2012 - 14:01
 


Os Rios Inevitáveis
 
Na beirada do vale da morte vejo os rios desaguarem seus últimos instantes, e eu me agacho para me sentir íntimo dessa simplicidade e gigantismo, morro junto de cada gota que ali conflui com todas as outras, uma população de sonhos cristalinos ou turvos como meus olhos ali embebecidos de resignação, que diante do inevitável puxa em desejo as tranças dos leitos para tentar salvá-los de seu fim, mas na garganta desse destino há a inspiração divina deles subirem ao céus, e um dia voltam regados às novas lavouras de esperanças, essas que aqui jamais descem.

Ouvi do Final e do Começo:

"- Somos irmãos de sangue, desse que te rubra com a paixão e na morte dela lhe empalidece."

sábado, 11 de agosto de 2012 - 09:58

            Lopes Castro Gustavo


 
  • Fotos&Desenhos:
    -Lopes Castro Fotos
    -Corra Gu! Corra!
    -Photofilia

  • Outros blogs:
    -Entre Lá e Aqui
    -Bem Aventurado
    -Os Jardineiros
    -Espírito Motor
    -Habeas Corpus

  • Blogs que leio:
    >Cecília Braga - BA
    >Dan Ploc - SP
    >E-Brabo - PR
    >Ei João! - SP
    >Helder Caldeira - RJ
    >João Diel - SP
    >Marco Aurélio - SP
    >Música&BlaBlaBla - RJ
    >Rita Apoena - RS
    >Roberta De Felippe - SP
  • Marca-passo
  • Alvorada do Ontem
  • Preparado pra deixar
  • Águas de Voz
  • Janelas para Dentro
  • O Sacrifício de Cada Dia
  • Boas Vindas
  • Prece de Deus ao Homem
  • Sobre o Encontro
  • Dos dias de ir.
  • 02.2008
  • 03.2008
  • 04.2008
  • 05.2008
  • 06.2008
  • 08.2008
  • 09.2009
  • 04.2010
  • 07.2010
  • 10.2010
  • 11.2010
  • 12.2010
  • 04.2011
  • 01.2012
  • 05.2012
  • 06.2012
  • 07.2012
  • 08.2012
  • 09.2012
  • 10.2012
  • 11.2012
  • 12.2012
  • 01.2013
  • 02.2013
  • 03.2013
  • 04.2013
  • 05.2013
  • 08.2013
  • 09.2013
  • 11.2013
  • 12.2013
  • 01.2014
  • 02.2014
  • 03.2014
  • 07.2014
  • Último post
  • rodapedoblog01p (162K)